skip to Main Content
Orelhas (Otoplastia)

Orelhas (Otoplastia)

A otoplastia é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo atuar na remodelagem da forma e no posicionamento das orelhas, tornando-as menos visíveis e mais harmônicas ao restante do rosto. Além da finalidade estética, como alteração de tamanho e correção das conhecidas “orelhas de abano”, a otoplastia também é recomendada para o tratamento de problemas funcionais, como defeitos congênitos no canal auditivo ou demais estruturas do ouvido, permitindo maior qualidade na audição.

No caso de correção estética para as orelhas proeminentes, a cirurgia é recomendada apenas após os seis anos de idade, já que a partir dessa idade a cartilagem já atingiu seu tamanho quase completo, fazendo com que o crescimento das orelhas “estacione”. Além disso, Dr. Daniel explica:

“Essa cirurgia é bastante indicada para pacientes mais jovens, principalmente na idade escolar que estão sofrendo com bullying, perseguição por conta da orelha e que se beneficiam muito disso.”

Geralmente este procedimento é realizado sob anestesia local com sedação, podendo também ser realizado com anestesia geral, a depender de cada caso. O tempo de cirurgia gira em torno de uma hora e o período de internação varia de seis a 24 horas. As incisões são realizadas na parte posterior das orelhas, a fim de remover o excesso de cartilagem quando necessário e criar uma nova dobra, deixando-as mais próximas da cabeça. Devido ao posicionamento das incisões, as cicatrizes ficam imperceptíveis, promovendo um resultado estético muito satisfatório e natural.

Durante os primeiros dois dias, o paciente geralmente utiliza um capacete de ataduras para conter possíveis sangramentos e auxiliar no posicionamento correto das orelhas. Após esse período, são utilizados curativos somente até a retirada dos pontos, o que acontece em aproximadamente uma semana. Dr. Daniel Sakaki salienta que é necessário ter alguns cuidados pós-operatórios, como evitar traumas na região, utilizar faixas cirúrgicas durante as primeiras semanas e evitar dormir comprimindo as orelhas. As atividades diárias podem ser retomadas gradualmente cerca de cinco dias após a operação.

O resultado da otoplastia pode ser verificado logo após a retirada dos curativos, embora demore cerca de um mês para que as orelhas atinjam sua forma natural, mais próxima ao resultado final.

Compartilhar:
Back To Top